11

Um daqueles dias cinzentos. Tudo em torno é bulha, ruído, movimento. Dentro de mim, tristeza inerte. Quando cheguei aqui meus antebraços e pulsos doíam depois de dez horas ao volante mas me sentia vitoriosa por ter conseguido. Esperei tanto pra vir, mas a verdade foi que vim triste e incompleta. A eletricidade extinta. ___ "O... Continuar Lendo →

10

Se Goya é o monstro debaixo da cama, cujos tentáculos gosmentos aguardam que algum pé ou mão escorreguem para me puxar para um mundo fantástico e horripilante do qual jamais retornarei, e talvez por isso mesmo eu não resista à tentação de sempre me debruçar e dar uma olhadela naquele vazio escuro (posso estragar a... Continuar Lendo →

9

Angustiada, fechava os olhos ou então os desconectava do que estivesse no entorno e imaginava a lâmina fendendo a pele, duas, três vezes nos braços. Nunca pensava na dor em si, mas na possibilidade da sangria tranquilizadora, que tiraria tudo o mais de perspectiva; o sangue temperado pela tristeza, pelo medo, pela ansiedade, escorrendo, pingando,... Continuar Lendo →

8

(esse post é um empréstimo) Deve ter gente que acha Love, actually um filme bunda, meloso, baboseira natalina, já eu acho que pode ser meloso mas não bunda nem raso (sou ambivalente quanto ao lance de Natal, que é a comemoração que mais detesto) - sei lá, vai ver eu sou rasa de fato. Bom, deixa pra lá.... Continuar Lendo →

7

Quando a gente é criança a bússola moral ainda está em ajuste. E a gente vê o mundo dum jeito superficial e simplista. E a gente não tomou tombo suficiente pra ficar cínico demais, pra olhar de rabo de olho pro mundo, pra fritar o peixe e olhar pro gato. Alguns de nós jamais terão... Continuar Lendo →

6

(escrever para não esquecer, já dizia o outro) Sonhei que estava grávida. A princípio mencionava três meses, depois quatro (céus, onde li algo sobre a pessoa estimar tempo de gestação? eu li alguma coisa sobre isso essa semana! raios, o que estou lendo mesmo?? Capote e Buzzati, nenhum deles fala sobre isso. Foi o Tanizaki... Continuar Lendo →

5

Sei lá o que fiz de tudo o que tinha na cabeça pra postar. Um monte de sonhos esquisitos, por exemplo. Num deles eu estava em algum tipo de calçadão que eu sabia ficar no Japão. Estava indo me encontrar com uma tia e seu marido (detalhe aqui: ela não é casada) e era surpreendida... Continuar Lendo →

4

Uns tempos atrás vieram atrás de mim lá onde moro. Nem lembro quem foi, se foi alguém da portaria, da administradora do condomínio, se foi da imobiliária. Mas a vizinha de baixo estava incomodada porque em noites ventosas (dito assim parece até poético) os galhos da amoreira, meu amor e meu orgulho, batiam na calha... Continuar Lendo →

3

Na madrugada de domingo pra segunda sonhei que era uma espécie de vampira. Conseguia projetar caninos pontudos e voar. E conseguia fazer meu carro voar. Que tal, hm? Crepúsculo com Harry Potter e a Câmara Secreta? Não, eu não costumo usar entorpecentes antes de dormir. Se você não está familiarizado com minha rotina onírica: é... Continuar Lendo →

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑

Crie um novo site no WordPress.com
Comece agora